Capa | DESTAQUE | Dia Nacional de Paralisação: Sindsemp/MA e Fenamp protestam contra reformas do Governo Federal

Dia Nacional de Paralisação: Sindsemp/MA e Fenamp protestam contra reformas do Governo Federal

O ato reuniu entidades classistas e movimentos sociais na Barragem do Bacanga. (Fotos: Sindsemp/MA)

Na manhã desta sexta-feira (10), o Sindsemp/MA uniu forças a lideranças, entidades classistas e movimentos sociais, em protesto contra os ataques do Governo Federal aos direitos dos trabalhadores, por meio da Reforma Trabalhista, Lei da Terceirização e proposta de Reforma Previdenciária.

Representando os servidores do MP/MA, a presidente do Sindsemp/MA, Vânia Leal, o coordenador da Fenamp, Valdeny Barros, e o servidor Galdêncio Cantanhede.

Representando os trabalhadores do Ministério Público do Estado do Maranhão (MP/MA), estiveram presentes na mobilização a presidente do Sindsemp/MA, Vânia Leal,  o coordenador executivo da Fenamp no Maranhão, Valdeny Barros, e o servidor Galdêncio Cantanhede.

O ato faz parte do Dia Nacional de Paralisação, reunindo trabalhadores em todo o país, em manifestação contra os retrocessos causados pelo atual governo. Em São Luís, a paralisação teve início às 5h da manhã, na Barragem do Bacanga.

Reformas – A Reforma Trabalhista, aprovada no mês de julho, entrará em vigor a partir de amanhã (11). A medida enfraquece as relações de trabalho entre empregador e empregado permitindo, por exemplo, que a jornada diária seja estendida de 8h para 12h.

A Lei da Terceirização, aprovada em março, também precariza as condições de trabalho, pois permite que empresas públicas e privadas utilizem mão-de-obra terceirizada em todos os seus setores, inclusive o de atividade-fim.

A paralisação também protestou contra a proposta de Reforma da Previdência, a partir da qual os contribuintes deverão trabalhar durante 49 anos para terem direito ao valor integral da aposentadoria.

As mobilizações são realizadas em todo o país, em protesto contra os retrocessos do atual governo.

Deixe uma resposta