Sindsemp acompanha julgamento sobre revisão geral anual no CNMP

Entidades sindicais de diversos estados do país participaram da comitiva que acompanhou o julgamento. (Fotos: Sindsemp/MA)

A Diretoria do Sindsemp/MA participa, nesta terça-feira (23), em Brasília/DF, da comitiva que acompanha a sessão do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), na qual esteve em debate a revogação da Resolução 53/2010 (Processo 00057/2017-73), que regulamenta a revisão geral anual da remuneração dos membros e servidores do Ministério Público.

A mobilização foi organizada pela Fenamp, com apoio da Ansemp e entidades sindicais de todo o país.

A mobilização organizada pela Fenamp, conta com o apoio da Ansemp e entidades sindicais do Rios Grande do Sul, Espírito Santo, Bahia, Goiás, São Paulo, Amapá, Pará e Maranhão, este último representado pela presidente do Sindsemp/MA, Vânia Leal, a diretora de Comunicação, Marciane Dutra, o diretor de Finanças, Dionatã Lima, e o coordenador executivo da Fenamp no Maranhão, Valdeny Barros.

De pé no momento do julgamento, os servidores protestaram contra a revogação da Resolução 53/2010.

Os servidores buscaram pressionar contra a decisão de excluir a resolução 53/2010 e foram representados no momento do julgamento por meio de sustentação oral feita pelo assessor jurídico do Simpe/Rs, Aloísio Zimmer.

De autoria do conselheiro Claudio Portela e relatoria do conselheiro Marcelo Ferra, a proposta de revogação teve decisão favorável por parte de alguns dos membros do CNMP, porém a votação foi suspensa por pedido de dois conselheiros.

A Fenamp, Ansemp, Sindsemp/MA e demais entidades sindicais representantes dos servidores dos Ministérios Públicos estaduais continuarão as articulações em defesa do direito de revisão geral anual.

Com informações de: Fenamp

Verifique também

Eleição para PGJ do MPMA se aproxima sem compromisso dos candidatos para com os servidores

Com a aproximação da eleição para o cargo de Procurador-Geral de Justiça (PGJ) do Ministério …

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.