Sindsemp/MA participa do 2º Encontro do FórumMP em Curitiba/PR

img-20161010-wa0002O Sindsemp/MA participou, nos dias 06 e 07 de outubro, do 2º Encontro do Fórum dos Trabalhadores do Ministério Público (FórumMP), em Curitiba/PR. O evento contou com a participação de entidades representantes dos trabalhadores do MP’s estaduais de todo o país.

Representando o Sindsemp/MA estiveram presentes a presidente Vânia Leal, o diretor de finanças, Dionatã Lima, a diretora de comunicação, Marciane Dutra e o representante do Maranhão na Fenamp, Valdeny Barros.

No total, sindicatos e associações de servidores de 21 estados estiveram reunidos para debater temas como as articulações para aprovação da PEC 147 (PEC do Voto) e a democracia do Ministério Público.img-20161010-wa0001

A ocasião também contou com a presença de procuradores de justiça, além da realização de palestra que tratou sobre o sistema da dívida pública e os reflexos sobre o desenvolvimento econômico social do país, ministrada pela advogada Clair da Flora Martins e pelo auditor João Pedro Casarotto, membro da Federação Brasileira de Associações de Fiscais de Tributos Estaduais (Febrafite).

Outro tema debatido foi a PEC 241/2016 e as implicações que sua aprovação trará para a população e para o serviço público.

O FórumMP é um movimento que visa fortalecer as categorias de servidores dos Ministérios Públicos Estaduais. Foi criado por iniciativa de lideranças dos estados do Maranhão, Goiás, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, em novembro de 2014.

Por meio do FórumMP também foi idealizada a criação da Federação Nacional dos Servidores dos Ministérios Públicos (Fenamp), fundada em maio de 2016, em São Luís/MA, e que tem o objetivo de levantar, em nível nacional, o debate e as reivindicações comuns aos servidores em todos os estados do Brasil.

img-20161010-wa0000

Verifique também

MPMA é o pior no ranking de transparência do TCE-MA

Entidade recebeu nota C, ficando em último lugar no ranking dos Poderes e Órgãos estaduais. …

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.