Capa | Notícias | GREVE GERAL: Paralisação contra a Reforma Administrativa no Maranhão recebe últimos ajustes

GREVE GERAL: Paralisação contra a Reforma Administrativa no Maranhão recebe últimos ajustes

Está se aproximando a Greve Geral do Setor Público, em resposta à PEC 32 e a outras medidas do Governo Federal, com data marcada para o próximo dia 18 de agosto, em todo o país. Para organizar as atividades no Maranhão, foi realizada ontem (12) uma plenária ampliada para discutir as ações, com a presença das centrais e entidades sindicais de diversas categorias do estado.

A diretora-presidente do Sindsemp-MA, Vânia Leal Nunes, participou das discussões e passou a integrar a comissão de organização do ato do dia 18 no Maranhão.

Entre outras coisas, restou decidido um ato de rua no período da tarde e a produção de material gráfico para pressão na redes, incluindo um tuitaço contra a Reforma Administrativa, com orientação sobre como fazer o agendamento, hashtags e frases a serem utilizadas para pressionar os parlamentares maranhenses.

Ações, como projeção e confecção de faixas para serem colocadas em frente a órgãos e entidades públicas, inserções midiáticas de chamada para o ato em TV, outdoor, busdoor, e outras mídias, também serão incluídas no orçamento para o dia 18.

Para Vânia Leal, o apoio da categoria é fundamental para o sucesso do ato.

“Os atos do dia 18 são fundamentais para mostrarmos aos governantes que somos contra a reforma administrativa, não só porque ela ataca os servidores públicos, mas principalmente porque ela significa o fim dos serviços públicos e a desassistência aos mais vulneráveis. Precisamos participar da forma que pudermos, presencialmente ou virtualmente, dando a nossa contribuição para evitarmos mais essa deforma”, enfatiza.

PARTICIPE

A sua participação faz a diferença! Em São Luís, o evento de rua está programado para ser realizado na Praça Deodoro, a partir das 16h. Mostre sua força e junte-se aos milhares de servidores neste ato em prol do serviço público e contra a PEC 32.

#DigaNaoAReformaAdministrativa

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.